Logomarca Bezerra de Menezes

31-3444-0447 / 31-3423-0118 | Rua Guaranésia, 153 - Floresta - Belo Horizonte/MG

Receba nossa newsletter

Blog Bezerra de Menezes

Blog Bezerra de Menezes: Novidades

Interior Farmácia Bezerra de MenezesA Homeopatia é uma forma de terapia alternativa das mais utilizadas atualmente, pois trata as enfermidades de um ponto de vista holístico, considerando o ser como um todo e buscando promover seu reequilíbrio físico e mental.

Seguindo esse pensamento, a Farmácia Homeopática Bezerra de Menezes foi fundada em agosto de 1986 pela farmacêutica Maria de Fátima Rolla de Leo. O nome foi escolhido em homenagem ao médico Adolfo Bezerra de Menezes Cavalcante, o famoso Dr. Bezerra, que por seu espírito solidário e caritativo ficou conhecido como o “Médico dos Pobres”.

Com atendimento ético visando a saúde e bem estar dos seus clientes e princípios já consolidados em seus mais de 25 anos de funcionamento, a Farmácia Homeopática Bezerra de Menezes o convida a conhecer e navegar pelo nosso blog, que tem por objetivo auxiliSaúde e Bem Estarar a difundir e compartilhar os benefícios da homeopatia e a sua importância na sua cura e restabelecimento da sua saúde!

Fique a vontade para interagir conosco: curta nossos posts no Facebook, sugira matérias, compartilhe ideias e envie críticas ou sugestões. Estamos à disposição para fazer do nosso blog, um espaço proveitoso e que faça diferença na sua vida.

Postado em Sem categoria | Deixe um comentário

Terapia Floral

floral_430x284

“A Terapia Floral é um sistema terapêutico que utiliza preparado de flores, cujo campo de ação circunscreve as características psicoemocionais dos pacientes, sendo capaz de atuar integralmente em enfermidades tanto psíquicas como orgânicas. Sua principal aplicação consiste em conectar as causas físicas da enfermidade com as alterações mentais e emocionais do paciente.”

OMS – Organização Mundial de Saúde, (disponível em www.who.int)

 

“A OMS reconhece os florais como terapia complementar. As Essências Florais não são medicamentos, e não substituem a necessidade de cuidados médicos ou psicológicos. Os florais não apresentam contra-indicações, efeitos colaterais ou interações medicamentosas com produtos alopáticos, alimentos ou bebidas.”

Breno Marques (O Uso prático das essências Florais de Minas)

 

“Os Florais são extratos preparados artesanalmente a partir das flores preferencialmente maduras. Eles agem como princípio catalisador que ativa processos de expansão e transformação da consciência, despertando talentos, virtudes e potenciais latentes, favorecendo e possibilitando a restauração da paz, harmonia e equilíbrio do ser.”

Healing, Disponível em (www.healing.com.br/terapia.html)

 

Edward Bach desenvolveu esse sistema de cura na Inglaterra, em 1930, quando abriu mão de seu prestígio como médico homeopata e se dedicou exclusivamente a encontrar as flores para tratar os estados mentais.
Bach disse que “A enfermidade é o resultado de um desequilíbrio emocional, que se produz no campo energético do ser vivo que, se persiste, produz a enfermidade no corpo físico”. Dessa forma, podemos entender quando ele nos fala que “A doença, aparentemente tão cruel, é em si benéfica. Se interpretada corretamente nos guiará para corrigirmos nossos defeitos essenciais.”

Edward Bach

 

“Os florais agem equilibrando os pensamentos e as emoções, em consequência disso, seus efeitos se tornam visíveis a nível comportamental. Trata-se de um efeito que se mostra gradativamente, vem do imanifesto ao manifesto. Em razão da sua atuação nos corpos mais sutis (mental e emocional).”

Breno Marques (O Uso prático das essências Florais de Minas)

 

“As Essências Florais têm sua ação baseada em sua natureza vibracional. Elas trazem padrões de consciência ou de informação que atuam por ressonância vibratória catalisando processos de transformação da consciência, e despertando dons, talentos, virtudes e potenciais latentes, através dos campos energéticos do Ser Humano.
Elas atuam fundamentalmente no campo da nossa Consciência, alinhando nosso Espírito, com nossa Alma e nossa Mente facilitando então o acesso aos nossos dons, qualidades, virtudes e potenciais necessários ao nosso bem estar, harmonia e evolução. Ao mobilizar tais dons, qualidades ou virtudes, elas não substituem a nossa responsabilidade pessoal no tocante à necessidade de uma prática constante de reflexão, interiorização, meditação, prece, estudos e quaisquer outras atitudes e atividades necessárias para o nosso desenvolvimento pessoal.
As Essências Florais também não substituem a necessidade de bons hábitos alimentares, exercícios físicos e quaisquer outras terapias ou atividades indicadas por médicos ou terapeutas. Na verdade, elas vão apoiar e potencializar a quaisquer outras práticas voltadas para nosso bem estar ou crescimento interior.”

Maria Grilo (Disponível em www.filhasdegaia.com)

 

“Os benefícios da Terapia floral acontecem independente da credibilidade ou da sugestionabilidade de quem os utiliza.”

Breno Marques (O Uso prático das essências Florais de Minas)

 

“O sofrimento é um corretivo para fazer destaque de uma lição que, de outra forma nos passaria despercebida”

Edward Bach

 

A partir dos extratos, conhecidos como solução estoque, preparamos o floral manipulado que pode ser adquirido na farmácia, onde colocamos as essências que são solicitadas para cada fórmula.
Atualmente, a Farmácia Homeopática Bezerra de Menezes trabalha com os Florais de Bach, Florais de Minas, Florais Filhas de Gaia, Florais Saint Germain, Florais Californianos, Florais Australianos.

Postado em Florais | Tags , , , , | Deixe um comentário

Terapia Homeopática

homeopatia_430x338A Homeopatia é uma especialidade farmacêutica, médica, odontológica e veterinária que foi fundada no início do século 19 pelo alemão Samuel Hahnemann. Ela ganhou popularidade no final do século. Entretanto, com o advento da medicina moderna, a homeopatia foi vista como velha pelos praticantes da medicina convencional e a sua popularidade caiu. Essa tendência foi revertida recentemente e desde 1980, a homeopatia voltou a crescer em vários países.

A Homeopatia baseia-se no princípio “Semelhante cura semelhante”. Isso significa que uma pessoa doente pode ser curada por um medicamento que é capaz de produzir sintomas parecidos em uma pessoa sadia. Em um tratamento homeopático, o clínico deve observar cuidadosamente e considerar cada paciente como único.

Para a homeopatia as doenças são geradas pelo desequilíbrio das forças do organismo. Portanto, o clínico homeopata não investiga somente sintomas isolados, mas considera o paciente como um todo, corpo e mente. Assim, a homeopatia trata o doente e não a doença.

Segundo a Agencia Nacional de Saúde – ANVISA, medicamentos homeopáticos são medicamentos dinamizados preparados com base nos fundamentos da homeopatia, cujos métodos de preparação e controle estejam descritos na Farmacopéia Homeopática Brasileira, edição em vigor, outras farmacopéias homeopáticas, ou compêndios oficiais reconhecidos pela ANVISA, com comprovada ação terapêutica descrita nas matérias médicas homeopáticas ou nos compêndios homeopáticos oficiais reconhecidos pela ANVISA, estudos clínicos, ou revistas científicas.

O medicamento homeopático pode ser derivado de plantas, animais ou minerais. O farmacêutico homeopata transforma essas substâncias em medicamentos homeopáticos através de uma técnica especial chamada dinamização. Essa técnica libera as propriedades medicinais da substância original. Existem aproximadamente 2000 substâncias cujos efeitos específicos no corpo foram testados. Os medicamentos homeopáticos estão disponíveis em diferentes formas farmacêuticas (preparações): tabletes, glóbulos, líquidos, pós, comprimidos, entre outras. Não são medicamentos homeopáticos: essências florais, medicamentos antroposóficos, cromoterapia, aromaterapica, acupuntura, reiki, iridologia, shiatsu, dentre outros.

(ANVISA, disponível em www.anvisa.gov.br)

“ §9 – No estado de saúde, a força vital de natureza espiritual (autocracia), que dinamicamente anima o corpo material (organismo), reina com poder ilimitado e mantém todas as suas partes em admirável atividade harmônica, nas suas sensações e funções, de maneira que o espírito dotado de razão, que reside em nós, pode livremente dispor desse instrumento vivo e são para atender aos mais altos fins da nossa existência”.

(Organon da Arte de Curar – Samuel Hahnemann)

Postado em Homeopatia | Tags , , , , , | Deixe um comentário

Tratamento Fitoterápico

fitoterapia2_430x284

Existem registros de que o uso de plantas medicinais ocorre desde 5000 a.C. Os chineses já possuíam listagem de drogas derivadas de plantas, no Antigo Egito, o Papiro de Ebers faz referência a mais de 700 espécies, na Grécia e Roma, a medicina esteve sempre relacionada com a Botânica, persistindo nessa situação até o século XVII.

Na Idade média, os cientistas também contribuíram para um estudo mais aprofundado das propriedades terapêuticas das plantas medicinais.

No Brasil, as primeiras referencias sobre as plantas medicinais são atribuídas ao padre José de Anchieta e outros jesuítas que viveram durante tempos coloniais.

Após a Segunda Guerra Mundial, com a descoberta dos antibióticos, houve um crescimento no uso de medicamentos a base de drogas sintéticas, com consequente abandono e inclusive certo cepticismo a respeito das drogas naturais. Somente a partir da década de 80 é que passaram a ser novamente valorizadas como fonte de propriedade curativa de baixo custo. Neste contexto a Organização Mundial de Saúde – OMS, publica em 1978, uma resolução recomendando o uso de plantas medicinais regionais como forma de baixar os custos dos programas de saúde pública.

De acordo com a legislação sanitária brasileira, fitoterápico é o medicamento obtido empregando-se exclusivamente matérias-primas ativas vegetais, cuja eficácia e segurança são validadas por meio de levantamentos etnofarmacológicos, de utilização, documentações tecnocientíficas ou evidências clínicas. É caracterizado pelo conhecimento da eficácia e dos riscos de uso, assim como pela reprodutibilidade e constância de sua qualidade.

(Anvisa, RDC nº 14, de 31 de março de 2010)

A extração pode ocorrer de várias formas, sendo que as mais usadas na farmácia, são as Tinturas-Mãe (extrato líquido) e os extratos secos (usamos para o preparo das cápsulas). Há ainda as rasuras que são usadas no preparo de chás.

Por ser considerado um produto natural, não significa que não oferece riscos à saúde. As plantas medicinais podem ter contra-indicações, interações medicamentosas e promover reações adversas, por este motivo sempre comunique se fez ou se mantém o uso de algum produto natural.

Postado em Fitoterapia | Tags , , , , , | Deixe um comentário

Facilidades